terça-feira, 12 de setembro de 2017

Salamina



Primeira coisa, esqueça 300 de Esparta !! A Grécia é muito mais do que apenas uma batalha caricata hollywoodiana. 

Estamos no século 5 a.C e a Grécia vive a democracia e as lutas pelo poder entre os atenienses nas sessões vive seu auge, o protagonista dessa história é Temístocles, atuante e inteligente que constrói sua rede de influências e poder através do suborno e da sua extrema liderança estratégica.

O livro narra o cotidiano dos atenienses, sua adoração à diversas divindades e a sua visão de democracia, os debates e principalmente os conflitos contra os persas. 

Em 490 a.C uma colônia grega chamada Mileto localizada na Jônia (Hoje Turquia) tentou se livrar do domínio persa e iniciou entre as duas nações inúmeros conflitos na tentativa de conquistar a região. 

Esses conflitos foram chamados de Guerras Médicas, o primeiro conflito narrado pelo autor é a Batalha de Maratona, o combate se deu na planície da cidade de Maratona, 50 mil persas desembarcaram para derrotar os atenienses. 

Temístocles está ao lado do general Milcíades planejando uma estratégia para derrotar o exército persa em maior número que os gregos, eram 3 persas para cada grego. 

Os gregos decidem atacar o exército em um esforço suicida para salvar Atenas quando aprisionam um espião persa e descobrem que existe um plano de segurá-los na planície enquanto uma segunda força se dirige para Atenas que se encontra indefesa, nesse ataque a força grega aprisiona vários navios persas e mata mais de 6.000 homens.  

Seu comandante Dario I jura vingança. Uma vingança que nunca seria cumprida por ele, já que morreu anos depois no Egito. 

É nessa segunda parte dos conflitos que entra o personagem Xerxes, herdando o imenso e poderoso império de seu pai aos 32 anos de idade, ele inicia os planos para punir primeiro os egípcios e depois os gregos. 

Seus planos de conquistar a Grécia demorariam 10 anos para serem efetivados, com a invasão de Atenas, Xerxes dá início a Segunda Guerra Médica. 

É aí que o livro narra a segunda batalha, talvez a mais conhecida por causa do filme e das lendas que surgiram em torno desse acontecimento, a Batalha das Termópilas, essa batalha ocorreu simultaneamente com a Batalha de Artemísio, esses dois combates foram propostos por Temístocles para tentar reter o avanço dos persas e dar tempo para que os gregos pudessem se preparar e evacuar a cidade.

Essas duas batalhas propiciam o tempo necessário para que Temístocles trace uma estratégia para a derradeira batalha, a batalha de Salamina. 

O romance épico escrito por Javier Negrete se baseia na história da Grécia e na visão de um homem que sonhava em fazer seu nome na história do país que amava. 

Além das batalhas podemos acompanhar sem atrapalhar a fluência da história, as vitórias e derrotas de Temístocles na política grega, seu casamento e seus filhos, seu pensamento em relação a democracia. 

O autor também dá voz à outros personagens importantes da história grega, como Milcíades, Artemísia, Xerxes, Mardônio e Fidípides. 

O livro é indicado para os amantes de batalhas históricas e da civilização grega. 

Leia o livro sem pressa, com o Google aberto para possíveis pesquisas históricas e claro, para ver os monumentos onde a história é narrada.

Nota: 9 

Texto: Marcello Lopes

Nenhum comentário: