domingo, 4 de janeiro de 2015

Casa Daros

A Casa Daros é uma instituição da Daros Latinamerica, uma das mais abrangentes coleções dedicadas à arte contemporânea latino-americana, com sede em Zurique, Suíça. Daros Latinamerica conta com cerca de 1.200 obras, entre pinturas, fotografias, vídeos, esculturas e instalações, de mais de 117 artistas, e segue em expansão.

A Casa Daros é um espaço de arte, educação e comunicação, que ocupa um casarão neoclássico do século XIX, preservado pelo Patrimônio da cidade do Rio de Janeiro. Projetado pelo arquiteto Francisco Joaquim Bethencourt da Silva (1831-1912), encontra-se em um terreno de mais de 12 mil metros quadrados, em Botafogo, Rio de Janeiro.

O espaço apresenta exposições da Coleção Daros Latinamerica e tem forte foco em arte e educação – com diversas atividades para o público. Oferece, ainda, uma agenda de seminários e encontros com artistas no auditório, além da biblioteca especializada em arte latino-americana contemporânea, o Espaço de Documentação, o Espaço de Leitura com catálogos de exposições da coleção, restaurante/café e loja.

História do casarão neoclássico 

A Casa Daros ocupa um casarão de 1866, projetado por Francisco Joaquim Bethencourt da Silva (1831 – 1912), considerado um dos mais importantes discípulos do mestre francês Grandjean de Montigny.

O arquiteto é autor de alguns prédios emblemáticos do Rio de Janeiro, como o edifício do Centro Cultural Banco do Brasil, no Centro da Cidade. Depois de uma obra monumental de reforma e restauro, o edifício em Botafogo reabre ao público com salas de exposição e de arte e educação, biblioteca, auditório, restaurante/café e loja.

Declarado Patrimônio Histórico em 1987 pelo município do Rio de Janeiro, o casarão de estilo neoclássico está ligado à educação desde a sua doação à Santa Casa de Misericórdia. Durante o século XIX, foi ocupado pelo Recolhimento das Órfãs e Desvalidas de Santa Thereza, um orfanato para meninas pobres.

No século seguinte, foi rebatizado de Educandário Santa Teresa, uma escola para órfãs que também funcionava em regime de semi-internato. Entre 1976 e 2003, o Educandário dividiu suas instalações com o Colégio Anglo Americano, uma instituição privada.

A reforma e o restauro do casarão tiveram o cuidado de preservar as características originais e, ao mesmo tempo, adequá-lo ao seu novo destino: um espaço voltado para difusão e reflexão sobre arte latino-americana contemporânea. Assim, foi realizada a recuperação total do telhado, restauradas suas fachadas e a área frontal do prédio, em uma reforma que incluiu seus salões, com seus adornos e materiais de acabamento.

A Casa Daros oferece ao público, totalmente restaurados, cerca de dois terços da extensa propriedade, que tem aproximadamente 11 mil metros quadrados de área construída, em um terreno de 12 mil metros quadrados.

Arte e Educação

A programação da Casa Daros tem como base o encontro do público com o pensamento dos artistas e suas obras, estimulando a reflexão, a experimentação e o diálogo. As atividades oferecidas pela instituição articulam o fazer, o olhar, o pensar e o sentir, a partir da singularidade de cada visitante.

O Programa Arte é Educação é um laboratório vivo, no qual artistas educadores e o público experimentam diferentes estratégias de interação com as obras de arte. A ideia é que a visita seja uma experiência potente e transformadora, rompendo as barreiras entre arte e educação, espectador e artista.

O importante pedagogo brasileiro Paulo Freire afirmava que “ensinar exige saber escutar”.

Desde 2007, uma série de projetos e ações propiciaram os espaços de escuta indispensáveis para impulsionar a programação da instituição.

Programa Arte é Educação
Encontros participativos (visitas em grupos)
Encontros para multiplicadores
Esquina do encontro

Programas com Artistas
Oficinas, encontros, cursos, residências artísticas e projetos especiais com artistas da
América Latina.

Centro de Informação e Documentação
Biblioteca
Espaço de Documentação
Espaço de Leitura


Biblioteca

A biblioteca conta com um acervo especializado em arte contemporânea da América Latina. São aproximadamente 5.000 títulos entre livros, periódicos, catálogos de exposições, publicações de arte e educação, teoria e crítica de arte e arte para crianças.

Entre os destaques estão catálogos de exposições dos anos 60 e 70, revistas raras como Artes Visuales e Poliéster, e coleções completas de revistas de arte como Third Text e Art Nexus.

A biblioteca da Casa Daros também  documenta e preserva as publicações da Coleção Daros Latinamerica - catálogos e material educativo -, que estão disponíveis para o público.

Funcionamento: Quarta-feira a sábado (13h às 18h), inclusive feriados

Contato para pesquisas: (21) 2138-0850 - biblioteca@casadaros.net

Loja

A loja tem uma seleção especial de produtos nas seções de arte, educação e comunicação.

O projeto A Casa Múltipla apresenta uma série exclusiva de edições limitadas desenvolvidas em parceria com os artistas da Coleção Daros Latinamerica.

Funcionamento: Quarta-feira a sábado (11h às 19h) Domingos e feriados (11h às 18h)

Mira! Restaurante e café

O restaurante-café é parte do princípio acolhedor da Casa Daros, de ser um espaço de encontro, e tem a frente o trio formado pela chef Roberta Ciasca, Danni Camilo e Steph Quinquis, donos do Miam Miam e Oui Oui, restaurantes também situados em Botafogo.

Com entrada independente, o restaurante acolhe 74 pessoas na sua área interna, mais 32 na parte externa em frente à aleia de palmeiras imperiais e 48 acomodadas em mesas no pátio interno.

O café comporta outras 16 pessoas sentadas na área climatizada.

O restaurante-café Mira! oferece almoços, jantares e happy hours, com cardápio diversificado para atender aos diversos públicos. E ainda conta com menu especial, como é o caso do Menu Ilusões, inspirado nas obras da exposição homônima.

Café Quarta a sábado, das 11h às 19h / domingos e feriados, das 11h às 18h
Restaurante Quarta a sexta, das 12h às 22h / Sábado, das 12h às 19h / Domingos e feriados, das 12h às 18h.*
T: +55 21 2275-0737 - Website: www.restaurantemira.com.br


Coleções

Julio Le Parc - Obras cinéticas




Link da obra.

Reúne textos críticos e manifestos escritos pelo artista argentino Julio Le Parc e pelo coletivo GRAV nos 1960, entrevista de Le Parc ao curador Hans-Michael Herzog e um ensaio do historiador de arte Alexander Alberro, entre outros.
Daros Latinamerica / Hatje Cantz, 2013
Português, Inglês, Espanhol / 256 páginas
ISBN 978-3-7757-3691-6

Cantos Cuentos Colombianos



O catálogo apresenta conversas entre o curador Hans-Michael Herzog e os 10 artistas colombianos contemporâneos da exposição Cantos Cuentos Colombianos.
Daros Latinamerica / Editora Cobogó, 2013
Português, Inglês e Espanhol / 412 páginas
ISBN 978-85-60965-34-2





Informações: Casa Daros Rj
Fotos: Casa Daros Rj e Arquitetura de bibliotecas

Um comentário:

Paula Mello disse...

Que maravilha, hein? Depois a gente reclama que não tem cultura! Tem, é só saber aonde ir.
Dica preciosa =)

beijosssssss