segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Partituras originais de 'Alla Turca' de Mozart são encontradas



As partituras originais de uma das sonatas mais conhecidas do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart, sobretudo por seu último movimento, Alla Turca (marcha turca), foram descobertas por musicólogos húngaros, depois que foram consideradas perdidas por mais de dois séculos.

Os pesquisadores da Biblioteca Nacional da Hungria encontraram no arquivo musical do centro partes da Sonata para piano Nº 11, conhecida popularmente como Sonata em Lá maior.

Balázs Mikusi, diretor da Coleção de Obras Musicais da instituição explicou à Agência Efe que até agora só se conhecia a última página do manuscrito original, que se encontra em Salzburgo, na Áustria, a cidade natal de Mozart.

As quatro páginas manuscritas encontradas agora se complementam com o material conhecido, conservado no Mozarteum de Salzburgo, e sua descoberta foi considerada pela Biblioteca Nacional húngara como uma "sensação internacional".

"As versões impressas não são precisas e com este achado é possível que a obra seja interpretada conforme foi imaginada por Mozart", relatou Mikusi.

Segundo os especialistas, as versões conhecidas da partitura da sonata não são confiáveis, já que contêm erros relacionados com os ritmos, mas também com os sons e as notas musicais.

Como na obra há muitas repetições, será possível "ter uma imagem" dos fragmentos ainda desconhecidos da versão original, acrescentou o investigador.

As páginas descobertas agora contêm fragmentos dos dois primeiros movimentos da sonata composta por volta de 1783 e que é uma das mais conhecidas de Mozart (1756-1791).

O famoso pianista húngaro Zoltán Kocsis interpretará na noite desta sexta-feira a sonata no instrumento original para o qual foi composta, o pianoforte, para que a reprodução seja a mais autêntica possível.

O fato de as partituras originais terem sido encontradas em Budapeste é um mistério, pois Mozart jamais esteve na Hungria.

Matéria publicada no Estado de São Paulo no dia 26 Setembro 2014.

Nenhum comentário: