segunda-feira, 1 de abril de 2013

Sem medo de ser feliz


Isabel Losada é, na sua própria definição, um desastre ambulante. Como muitas pessoas, ela quer ser feliz e bem-sucedida, manter um relacionamento saudável e ter um trabalho interessante.

Só que, no caso dela, deu tudo errado. De novo. Disposta a se reinventar, a autora se desfaz de antigas crenças, joga fora tudo o que aprendeu e se dedica a adotar uma “mente de principiante” em relação à vida.

Nos cinco estágios da jornada de recriação narrada neste livro, a autora repensa como e onde gostaria de morar com a ajuda do Feng Shui; assiste a um seminário em que literalmente caminha sobre o fogo para reformular sua vida; passa sete dias em silêncio absoluto durante um retiro de meditação; conversa com um guru jamaicano de sotaque charmoso e, por fim, embrenha-se na Amazônia peruana para experimentar a ayahuasca, a bebida alucinógena que no Brasil também é conhecida como daime.

Da mesma forma que em seu primeiro livro, Pra que ter razão se eu posso ser feliz?, Isabel tira uma lição de todas as experiências pelas quais passa, como assumir total responsabilidade pela própria vida e nunca culpar os outros, estabelecer metas definidas e sair atrás delas, não inventar desculpas e apenas agir.

Ao final de suas aventuras físicas, metafísicas e alucinógenas, Isabel aprende quando nadar contra a maré, quando se deixar levar pela correnteza e, o principal, como encontrar o equilíbrio para, finalmente, ser feliz.

Texto: Editora Alaúde

Nenhum comentário: