terça-feira, 15 de março de 2011

Editora Babel

A Editora Babel de Portugal lançou sua filial brasileira na segunda-feira com a missão de lançar 100 títulos em 12 meses, e ambiciona ser a editora com o maior referencial em lígua portuguesa do país.

Os 2 primeiros títulos apresentados no lançamento da editora no Museu de Língua Portuguesa foram Espumas Flutuantes de Castro Alves e Índice das Coisas Mais Notáveis do Padre Antônio Vieira.

O dono do grupo Babel, Paulo Teixeira Pinto informou que o orçamento da editora é de 6 milhões de reais, o grupo português tem ao todo 9 editoras e 4 livrarias em Portugal.

Existe planos para se criar uma premiação literária para livros em língua portuguesa, já que o idioma é a sexta língua mais falada do mundo.

Biografias, ensaios, livros de arte e títulos infantis vão integrar o catálogo da editora. 

De acordo com Luiz Ruffato, Fernando Pessoa vai ser o carro-chefe. O escritor ressaltou ainda a idéia de formar um catálogo de autores nacionais que vai priorizar os estreantes.

Ao descobrir um novo talento, a editora se esforçará em mantê-lo entre seus autores. “Queremos que o público identifique o autor e sua casa. Não vamos lançar livros isolados, mas sim autores”.

Marcello Lopes/Publishnews

Nenhum comentário: