domingo, 9 de janeiro de 2011

Enterrado Vivo


O filme é absurdamente claustrofóbico, não é recomendado para pessoas (como eu) que tem pavor de ficar presas em túneis, caixões ou mesmo em elevadores.

O filme com Ryan Reynolds conta a história de um motorista de caminhão que é sequestrado após um ataque ao comboio que levava suprimentos e materiais de construção para uma base.

Reynolds acorda em um caixão amarrado e amordaçado, sem ter idéia de quem o colocou ali ou mesmo porque, aos poucos ele vai descobrindo que seus captores deixaram um celular, seu isqueiro.

Após momentos de puro desespero, Reynolds consegue sinal em seu celular e passa a ligar pra sua esposa, para polícia e até mesmo pro FBI dizendo que está enterrado vivo em algum lugar do Iraque.

Imaginem se alguém acredita em sua história ? Essa descrença o leva a ligar pra sua empresa e pede ajuda para um dos executivos, à partir daí tem uma corrida contra o tempo para resgatá-lo antes que o oxigênio termine e a bateria do celular descarregue.

Um filme que consegue manter o espectador na ponta do sofá segurando a respiração, a atuação de Reynolds na minha opinião é boa, passa credibilidade e desespero na medida certa.

O roteiro é criativo e quase sem clichês hollywoodianos mesmo com um cenário limitado e com um elenco de um ator apenas.


O filme é dirigido por Rodrigo Cortés, produzido por Adrián Guerra e Peter Safran, produção executiva de Alejandro Miranda.

O diretor Rodrigo Cortés é espanhol, ganhou alguns prêmios pelo seu primeiro filme chamado O Participante, atualmente está dirigindo Robert De Niro e Sigourney Weaver em Red Lights que deve estrear no 1° semestre de 2011.

Marcello Lopes
Fotos: Google

Um comentário:

Vagner Scanolhere - Amigos e familia! disse...

Absolutamente, estupidamente, aterrorizante... Fiquei ofegante, aquela sensação de estar sem ar por 90 minutos!!!!