segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Band of Brothers - Série, Livro e História



A Easy Company é o regimento mais conhecido no cinema americano, foi uma das melhores companhias de pára-quedistas do mundo e o livro Band of Brothers relata à partir de entrevistas com soldados e oficiais, bem como cartas e diários dos mesmos para construir esse livro.

Foi o regimento que mais teve baixas em todas as Guerras, e que 95% dos seus homens receberam a medalha Purple Heart pelo menos uma vez, era sempre o regimento que recebia as missões mais complicadas, tendo as mais diversas tarefas desde saltar de pára-quedas na França à captura do QG de Hitler na Alemanha.

O livro é sensacional pelo tom de documentário que Ambrose dá ao livro, por detrás dos fatos e batalhas, os depoimentos dos soldados que participaram dando total veracidade à narrativa.

Tenente Winters

William "Wild Bill" Guarnere

O Verdadeiro Buck Compton (amarelo)
História da Easy Company

O 506º Regimento de Infantaria Pará-quedista é um regimento de infantaria pára-quedista voluntária, parte da divisão 101ª Divisão Aerotransportada, criado pouco depois dos americanos entrarem na 2° Guerra Mundial.

O regimento continha nove companhias, as mais famosas eram : Able, Backer, Dog, Easy, Fox.

Seus soldados foram treinados no Campo Tocooa, na Geórgia, seu comandante era o coronel Sink.

O primeiro combate que participaram foi na madrugada de 6 de junho de 1944, no famoso Dia D, o seu objetivo era aterrisar na Normandia atrás das linhas inimigas, tomar uma bateria de canhões em Sainte-Marie-du-Mont, proteger as saídas sul da praia Utah, as norte de Omaha e tomar a cidade de Carentan.

Seus objetivos foram completados, apesar dos erros de aterrisagem devido a alta concentração de armas antiaéreas nazistas na região.

Depois que os exércitos aliados libertaram a França, o regimento foi designado para fazer uma ruptura nas linhas de defesa alemãs concentradas na Holanda, eles teriam de fazer uma brecha de Eindhoven até Arnhen, para que os blindados britânicos pudessem prosseguir, a operação ficou conhecida como Market Garden.

Mas quando os jovens pára-quedistas alcançaram a cidade, encontraram muita resistência, e tiveram de retroceder, a operação falhara. Após a derrota, os exércitos aliados conseguiram ocupar a região da Bélgica e da Holanda, e no inverno 16 de dezembro de 1944, os exércitos alemães realizaram uma contra ofensiva na Bélgica, na floresta das Ardenas, no primeiro dia avançaram cerca de 80 km nas linhas de defesas aliadas.

Havia uma cidade chamada Bastogne, era o entroncamento chave para as Ardennes, os alemães queriam tomá-la, a divisão que a defendia foi rechaçada, então a 101st Airborne e o regimento 506 foram designados para defender a cidade que seria crucial para a batalha. A divisão ficou cercada, sem comida, sem munição e sem hospitais, mas resistiram até a chegada dos blindados, após isso expulsaram os alemães da Bélgica.

Malarkey
Depois invadiram o norte da Alemanha, tomaram o "ninho da águia" de Hitler e acamparam nessa região até o fim da guerra.

O regimento ficou famoso pelos atos de coragem realizados por seus integrantes, como em casos não registrados em que soldados escalaram tanques alemães e jogaram granadas dentro deles, a companhia que mais se destacou na segunda guerra foi a "Easy" sob o comando de Richard Winters, seus soldados foram os mais condecorados do regimento, a companhia "Easy" foi conhecida também como "a companhia de heróis".

Após a segunda grande guerra, participaram da Guerra do Vietnã, Guerra do Golfo, e em 2004 na Guerra do Iraque.

Relação de soldados da Easy com atuações e publicações sobre o conflito:  


  • Donald Burgett, da companhia A, lutou na Normandia até o fim da guerra. Ele escreveu quatro livros sobre seu tempo na companhia.
  • Primeiro Tenente Lynn Compton, oficial da Companhia E durante a Segunda Guerra Mundial e procurador-chefe. Ele publicou um livro chamado "Call of Duty: My Life before, during and after the Band of Brothers".
  • Sargento William "Wild Bill" Guarnere, um suboficial da Companhia E, tem um site dedicado à história do regimento.
  • Sargento Donald Malarkey, suboficial, serviu na Easy Company durante toda a guerra. Publicou um livro chamado "Easy Company Soldier".
  • Soldado David Webster, um fuzileiro e diarista da Companhia E, cujo livro "Parachute Infantry" conta detalhes do regimento.
  • Major Richard Winters, terminou a guerra como comandante do 2º Batalhão. Publicou um livro de memórias sobre seu serviço de guerra ("Beyond Band of Brothers") e também foi o tema de uma biografia ("Biggest Brother").

O Filme

Tom Hanks e Spielberg filmaram juntos O Resgate do Soldado Ryan e à partir daí surgiu projetos para filmes sobre a 2° Guerra que culminaram na produção de Band of Brothers com um orçamento de 120 milhões de dólares, com 10 capítulos baseados no livro de Ambrose.

A série mostra a criação da Easy Company, seu treinamento e todos os grandes conflitos na Europa, mostrando os soldados como homens comuns e não como Rambo ou esteriótipos de Hollywood.

Cada roteiro foi cuidadosamente escrito e mostrado aos sobreviventes para corrigir alguns erros e conferir um tom de veracidade ainda maior à narrativa.

Mais de 12 mil pessoas trabalharam na produção da série, entre extras, produção e pós-produção.

17 milhões de dólares somente para construir as 17 cidades por onde são encenadas as  missões da Easy.

A abertura da série já dá um tom emocionante com os sobreviventes dando seu relato sobre cada capítulo (cada capítulo tinha o nome de uma cidade ou missão que eles cumpriram).

No elenco, destaque para Damian Lewis como tenente Winters.



Episódios: 

  1. Currahee 
  2. Day of Days 
  3. Carentan 
  4. Replacements 
  5. Crossroads 
  6. Bastogne 
  7. The Breaking Point 
  8. The Last Patrol 
  9. Why We Fight 
  10. Points 
Existe também um documentário chamado We Stand Alone Together realizado por Mark Cowen na qual participam os verdadeiros homens da Companhia Easy em entrevistas detalhadas.


Texto: Marcello Lopes
Pesquisa histórica e Fotos: Google

Um comentário:

Drica Bitarello disse...

Gostei da resenha! Esta série é muito bem produzida, dá para notar a atenção aos pequenos detalhes. Perfeitamente ambientada, com um elenco sem "estrelas", mas extremamente talentoso e competente. Uma das melhores produções que já assisti.