quinta-feira, 18 de novembro de 2010

A Pista de Gelo


A pista de gelo foi o primeiro romance publicado por Roberto Bolaño, em 1993.

Nele já estão presentes os elementos fundamentais de seu universo literário, a começar pela narração em primeira pessoa, feita por diversos personagens, que prenuncia as posteriores polifonias alucinantes, como em Os detetives selvagens.

Em A pista de gelo, três personagens se alternam na narração dos estranhos eventos que acontecem em Z, um pequeno balneário da costa catalã - Remo Morán, chileno, pretenso escritor que venceu na vida como dono de bar e loja de bijuterias; Gaspar Heredia, poeta mexicano desgarrado que vive de biscates e no momento é o negligente vigia noturno de um camping; e Enric Rosquelles, zeloso funcionário de confiança da prefeita.

Seus destinos se cruzam em torno de uma bela patinadora, uma pista de gelo clandestina - e um assassinato. O que nos leva a outra matriz da ficção de Bolaño - o romance policial, que lhe empresta a agilidade da narrativa, a capacidade de revelar a trama aos poucos e envolver o leitor como o detetive que analisa as pistas e desvenda o mistério.

Fonte: Cia das Letras

Um comentário:

Kézia Lôbo disse...

Essa obra parece ser interessante!!!