quinta-feira, 7 de outubro de 2010


O escritor peruano Mario Vargas Llosa foi o vencedor do prêmio Nobel de Literatura de 2010. O prêmio foi anunciado nesta quinta-feira na sede da Academia Sueca, em Estocolmo.

Nascido em 1936, o novelista e ensaista é considerado um dos maiores nomes da literatura em língua espanhola. Entre suas principais obras estão "A Casa Verde", "Lituma nos Andes" e "A Cidade e os Cachorros".

O mais recente trabalho de Vargas Llosa, "Sabres & Utopias" (Editora Objetiva), chegou ao Brasil este mês.

O livro reúne artigos sobre direitos humanos, história, artes plásticas, literatura e traz comentários sobre a política brasileira.

Em novembro, os países de língua espanhola irão receber seu novo romance, "El Sueño del Celta".

O comitê informou em um comunicado que Vargas Llosa recebeu o prêmio "por sua cartografia de estruturas de poder e suas imagens vigorosas sobre a resistência, revolta e derrota individual".

Ele já foi condecorado com o Prémio Cervantes em 1994 e o Prêmio Príncipe das Astúrias de Letras Espanha em 1986, entre outros prêmios, e é membro da Real Academia Española desde 1994.

O Prêmio Nobel vem acompanhado de um prêmio em dinheiro de US$ 1,6 milhão. Em 2009, o prêmio foi dado à escritora alemã Herta Müller, 12ª mulher a vencer o Nobel de Literatura.

Bibliografia : 

Os Chefes (1959)
A cidade e os cachorros ("La ciudad y los perros") (1963)
A casa verde (1966) (Premio Rómulo Gallegos)
Conversa na catedral (1969)
Pantaleão e as visitadoras (1973)
Tia Júlia e o escrevinhador (1977)
A Guerra do Fim do Mundo (1981)
Historia de Mayta (1984)
Quem matou Palomino Molero? (1986)
O falador (1987)
Elogio da madrasta (1988)
Lituma nos Andes (1993). Premio Planeta
Os cadernos de Dom Rigoberto (1997)
A festa do bode (2000) - novela sobre a ditadura do general da República Dominicana, Rafael Leónidas Trujillo
O Paraíso na Outra Esquina (2003) - novela histórica sobre Paul Gauguin y Flora Tristán.
Travessuras da Menina Má (2006)

Fonte: Folha de Sp

4 comentários:

Edison Junior disse...

Gosto muito de Llosa, especialmente de: Pantaleão e as visitadoras e A Guerra do Fim do Mundo

Í.ta** disse...

eu preciso ler mais llosa. só li o último dele mesmo, o travessuras da menina má, e achei muito bom.

o cormac, que tava também concorrendo, eu já li muito. e acho excelente. um dos melhores que já li, com certeza.

abraços.

ED CAVALCANTE disse...

Esse é um prêmio que estava fazendo mais falta a Academia Sueca do que ao próprio Mario. Justíssimo!

Drika disse...

S´li "Tia Júlia..." de que gostei muito.