quarta-feira, 20 de outubro de 2010

DIA DO POETA


Hoje é dia do poeta.

O poeta é o ser humano que escreve sobre suas dores, suas paixões, é aquele que usa sua sensibilidade para sensibilizar outras pessoas, o mundo dos poetas não é o mesmo das pessoas comuns.

O poeta não é bem remunerado pelas palavras que escreve, nem muito menos fica milionário com a venda dos seus livros, mas ele recebe algo muito maior e perene do que as remunerações físicas, o apreço e a paixão do leitor.

A poesia não é de quem escreve, é de quem lê, já dizia Neruda em seu refúgio chileno, e não se trata de plágio, a poesia é a única forma de arte capaz de ajudar alguém a se apaixonar, ou conquistar o outro.A poesia rompe barreiras de idiomas, de pré-conceitos, de culturas diferentes.As palavras ditas e escritas de um poeta podem atingir centenas de corações carentes de atenção, de uma palavra amiga.

A poesia pode ser revolucionária como Maiakovski e Lorca e até mesmo Neruda, a poesia em forma de composições de Violeta Parra, mas pode escorrer como mel em nossas bocas como Keats, Cecília Meireles e Shakespeare. A poesia pode ser melancólica e triste como a vida de Florbela Espanca, Emily Dickinson e Fagundes Varela. A simplicidade e a vida cotidiana se transformam em poesia com Cora Coralina e Manoel de Barros e até o nosso grande escritor Machado de Assis compôs centenas de poemas sobre os mais diferentes assuntos.


A poesia é a irmã caçula da literatura, e ainda tão desprezada em nosso país, mas por ironia do destino, nossos poetas são grandes exemplos de gênero e de qualidade em todo o mundo :

  • Cecília Meireles
  • Mário Quintana
  • Drummond 
  • Bandeira
  • Ferreira Gullar
  • Hilda Hist
  • Vinícius de Moraes
  • Augusto de Campos
  • Cora Coralina 
  • Guimarães Rosa
  • Carpinejar 
  • Mário de Andrade
  • Paulo Leminski
Isso só para citar aqueles que me são caros, que ao longo dos anos tem me inspirado e ensinado o pouco que eu sei, devo à esses seres humanos fora do comum.

Felilz dia do poeta.

Marcello Lopes

Um comentário:

Í.ta** disse...

a poesia é de quem a lê.

o poema, talvez, de quem o escreva, em primeiro lugar.

linda a imagem!

abraços.