sábado, 7 de agosto de 2010

Literatura



O que Lost, Indiana Jones e House tem em comum ?

Simplesmente a influência desse autor que viveu muito pouco, mas criou e produziu muito, Edgar Allan Poe.

Sua idéia de um detetive ou alguém se dedique a descobrir um caso usando apenas o intelecto é usada em milhares de séries e filmes ao redor do mundo.

Aos 17 anos lança seu primeiro livro, Tamerlão e outros poemas, depois em 1838, publica A narrativa de Arthur Gordon Pym, em 1841 escreve Os crimes da Rua Morgue onde seu personagem mais conhecido aparece pela primeira vez, o detetive M.Dupin.

Em 1843, escreve O corvo, um poema que narra a visita de um corvo à um homem melancólico que havia perdido a mulher.

Esse poema tem influenciado uma série de escritores e poetas ao longo dos séculos, para se ter uma idéia de sua força, Baudelaire fascinado pelo trabalho de Poe, traduz para o francês seus trabalhos e publica textos críticos influenciando Mallarmé e todo o movimento surrealista.

Júlio Verne, Conan Doyle, Dostoiévski, Valéry, Fernando Pessoa e Machado de Assis são escritores que cultuam suas idéias, admiram suas criações e o utilizam como modelo em suas obras.


Além do Corvo, Poe escreveu inúmeros contos de terror que influenciaram todas as artes, como Berenice, A queda da casa de Usher, O Poço e o pêndulo, O Retrato Oval. 

Em seus contos, Poe se concentrava no terror psicológico, vindo do interior de seus personagens ao contrário dos demais autores que se concentravam no terror externo, no terror visual se valendo apenas de aspectos ambientais.

Geralmente, os personagens sofriam de um terror avassalador, fruto de suas próprias fobias e pesadelos, que quase sempre eram um retrato do próprio autor, que sempre teve sua vida regida por um cruel e terrível destino.

Nenhum de seus contos é narrado em terceira pessoa, desse modo, vê-se como realmente é sempre "ele" que vê, que sente, que ouve e que vive o mais profundo e escandente terror.

São relatos em que o delírio do personagem se mistura de tal maneira à realidade que não se consegue mais diferenciar se o perigo é concreto ou se trata apenas de ilusões produzidas por uma mente atormentada.

O personagem M.Dupin aparece em 3 contos, Os crimes da Rua Morgue, O mistério de Marie Rogêt e A Carta Furtada.


Dupin é o protótipo de todos os grandes detetives da literatura contemporânea, esquisito, fora dos padrões de uma sociedade, se vale de um amigo para acompanhar o caso, a solução de enigmas utilizando a análise.

Obras para Download:


Contos

  • A Máscara da Morte Escarlate
  • Berenice
  • Wlliam Wilson
  • A Queda da Casa de Usher
  • O barril de Amontillado
  • O Gato Preto
  • O Poço e o Pêndulo
  • O Retrato Oval
  • Silêncio
  • Sombra
  • Leonor
  • Coração Denunciador
  • Uma Descida no Maelstrom
  • O Caixão Quadrangular
  • O Rei Peste
  • Os Crimes da Rua Morgue
  • Revelação Mesmeriana
Poemas


  • O Corvo
  • A Cidade do Mar
  • Annabel Lee
Essas obras estão disponíveis para download aqui

Texto: Marcello Lopes/Spectrum Gothic
Fotos: Google

Um comentário:

Edison Junior disse...

Muito legal, Marcello. Abraços.