terça-feira, 11 de maio de 2010

Escritores Nacionais, quem os lê ?

Pegando carona na matéria que a Iris escreveu em seu blog, em que lança um desafio aos amigos para que leiam mais autores nacionais contemporâneos e assim façam resenhas, produzam virais, criem correntes e contem suas promessas (idéias minha), aproveito para declarar a minha absoluta falta de conhecimento sobre a literatura nacional não obrigatória dos vestibulares e escolas.

Apesar de ter lido pouco Machado de Assis, muito Monteiro Lobato e Jorge Amado, não conheço muito a obra de autores contemporâneos como Alberto Mussa, Milton Hatoum, Bruna Longobucco, Roberta Polito, Ricardo Lísias entre outros feras que escrevem tão bem quanto os autores estrangeiros consagrados.

Tenho lido e muito, Manoel de Barros e João Cabral de Melo Neto que postei abaixo sua biografia, bem como seus livros, mas eles não fazem parte dessa geração que utiliza todas as ferramentas possíveis para disseminar suas idéias.

O que ocorre no Brasil é justamente o que se vê em outras áreas de produção de bens de consumo, tudo que é estrangeiro é "melhor".

E isso infelizmente é cultural, quase tudo que fazemos é inferior aos outros, coisa que eu concordo em partes, mas deixa pra lá isso.

Mesmo não lendo muito os autores contemporâneos que aqui sobrevivem com outras profissões, acredito que André Vianco escreva muito melhor que Stephenie Meyer, ah e desculpe se eu ofendo as menininhas que adoram vampiros que brilham no sol (affff).

Tenho certeza que Raduan Nassar escreve muito melhor que centenas de escritores que figuraram na lista de mais vendidos do New York Times.

A culpa por essa falta de conhecimento de autores nacionais se divide em dois problemas graves:
  1. Falta de Interesse : As editoras não tem muito interesse em ter em seus catálogos autores desconhecidos nacionais, sei que não se pode bater o volume de vendas de uma série como Amanhecer ou como a coleção excelente de Bernard Cornwell, mesmo porque as editoras precisam sobreviver, mas existem editoras que nem querem tentar trabalhar 01 título em sua grade por ano !!!! Nem estou falando por mês, porque um autor publicado e bem trabalhado pode render bons frutos.
  2. Cultural : Nossa cultura é bombardeada pela cultura estrangeira, em sua grande maioria americana, filmes, séries de tv, HQs, música, livros e muito mais, temos a falsa impressão de que só é publicado autores internacionais aqui no Brasil.
Trabalhei em uma editora que escolheu em sua grade autores estrangeiros que tínhamos a certeza de que não venderiam à procurar autores nacionais que pudessem ser apresentados ao mercado editorial mesmo não vendendo muito, pelo menos o investimento ficaria por aqui, não é ?

Eu li em uma entrevista que uma autora nacional após anos tentando conseguir aprovação de seu texto, consegui ter seu livro aceito por uma editora mas teve que esperar 2 anos para publicá-lo, isso é coisa que não acontece com Nora Roberts e afins...

Será que é tão ruim o mercado nacional de escritores ?

Eu duvido, só passar um dia navegando em diversos blogs de literatura, ou de contos, ou de poemas  que encontraremos diversos bons escritores, alguns regulares como eu, outros sensacionais como Lara Amaral, Ari, Filipe, Bruna Longobucco enfim, colegas que eu tenho o prazer de ler e conhecer virtualmente, mas existem centenas por aí, esperando apenas uma chance de mostrar que quem escreve quer ser lido, sempre.

Iris em seu blog comenta sobre outros autores nacionais que merecem destaque como Paula Pimenta, Enderson Rafael, Leila Rego, Raphael Draccon, Felipe Pan, Vivianne Fair, Kamila Denlescki, Albarus Andreos.

São autores que utilizam as ferramentas da web para marketing dos seus textos, que conseguem pouco a pouco penetrar nesse mercado tão injusto e desleal para o autor nacional, e eu sei por experiência própria o quanto é complicado achar uma editora que deseje publicar um livro de poemas sem ter que dividir custos com o autor.

Mas vou correr atrás do meu sonho, e acima de tudo fazer a minha parte ao ler o máximo de autores nacionais e resenhá-los aqui, mesmo que seja uma resenha negativa.

Colocá-los em destaque na Livraria onde eu trabalho, enfim ajudá-los a conquistar uma fatia maior desse bolo imenso.

Marcello Lopes

3 comentários:

Lia disse...

Oi, Marcello
Vi esse desafio em outro blog e quero divulgá-lo no meu tb. Confesso que não conhecia muitos desses autores citados; muitos só conheci através de blogs, nunca vi nenhum livro deles para vender em livrarias. Espero que com essa divulgação, todos possam conhecê-los melhor. Bjs

Iris disse...

Adorei o post Marcello! É isso aí, vamos disseminar a campanha. Para quem lê Meg Cabot, saiba que a Paula Pimenta é tão boa (ou melhor) quanto ela. Pra quem curte suspense a fantasia atual, a Kamila Denlescki arrasa! Entre outros :D
:*

ID disse...

Gostei muito do blog, do trabalho de divulgaçao ! Se puder passa lá em casa, http://sindromemm.blogspot.com