terça-feira, 18 de maio de 2010

Bienal de Belo Horizonte - parte 2


Estimulado pela campanha que li aqui, decidi acompanhar alguns autores nacionais da Editora Record que estão participando dos eventos como Café Literário e Arena Jovem.

Uma autora que eu acompanhei hoje foi a Letícia Wierzchowski  autora do romance A Casa das Sete Mulheres, que participou com Café Literário, acompanhada do também autor Italo Moriconi responsável por grandes antologias de nossa literatura e de Jaime Prado Gouvêia, autor de Fichas de Vitrola, 3° lugar no Prêmio Jabuti de Contos e Crônicas.


Muito simpática, Letícia percorreu o estande da Editora conversando com os funcionários que ali estavam e ainda tirou foto comigo e autografou o livro A Casa das Sete Mulheres para mim.

conhecia a obra pelo que eu vi na tv e mesmo assim foi muito pouca coisa, pretendo ler e entregar de presente à uma pessoa que eu sei que vai adorar.

No Café Literário Letícia conversou com o público à respeito do processo de criação de um romance, como ele se origina, como o autor o esquematiza em sua cabeça antes de colocá-lo no papel.

Ítalo Moriconi também falou sobre processo criativo principalmente em contos e crônicas, a tarde de hoje foi muito proveitosa para todos os que amam a literatura seja nacional ou estrangeira.


Letícia, Italo e Henrique Rodrigues

Foto e texto : Marcello Lopes

Um comentário:

Lia disse...

Que linda que ela é...ainda não li o livro mas assisti toda a minissérie; não perdia um só capítulo, adorava...