quarta-feira, 19 de maio de 2010

Bienal de Belo Horizonte - parte 3





Visitas ilustres no estande da Editora marcaram os dias de ontem e hoje, como Dado Villa-Lobos, Henrique Rodrigues e a simpática Celsina do blog Uma Janela Secreta.


Dado foi muito simpático comigo, deixando-se fotografar antes de entrar na Arena Jovem para participar de um debate cujo tema foi Ser roqueiro é atitude ? com a participação do escritor Henrique Rodrigues que organizou o livro Como se não houvesse amanhã que trata-se de uma coleção de contos baseados em músicas do Legião Urbana, e nem preciso dizer que ganhei um exemplar autografado, né ?

Aliás, Henrique faz parte da nova geração de autores contemporâneos e lançou seu primeiro livro de poesias em 2006 chamado A Musa Diluída, além de escritor trabalha com diversos projetos de incentivo à leitura em comunidades carentes.

Conversei com ele no estande e pedi à ele que me respondesse 5 questões sobre literatura e processo de criação que irei publicar assim que ele responder, provavelmente em Junho por conta da Bienal que tem tomado muito do tempo (meu e dele).

Gostei muito de conversar com ele, e foi muito paciente em responder algumas das minhas indagações sobre como foi pra ele publicar seu primeiro livro, como foi sua emoção ao ver em mãos a obra pronta pra ser vendida nas Livrarias.



Como o movimento de público ainda não tem me atrapalhado tanto pude receber a visita da Celsina e namorado no estande, onde conversamos um pouco sobre livros e Umberto Eco (essas coisas chatas e sem importância..rs).

Aproveitei para presenteá-la com o novo livro do Marcelo Gleiser e pedi à ela que escolhesse um título para sortear em seu blog que eu adoro ler, mas nem sempre comento por falta de tempo...

Conversamos sobre outros blogueiros(as), e acabou gerando um papo agradável já que lemos os mesmos blogs literários e debatemos sobre a razão para que tantas mulheres escrevam sobre literatura e tão poucos homens o façam. Chegamos à conclusao de que as mulheres dominam a área por causa das escolhas disciplinares na Universidade, como Letras e História que obrigam os alunos a lerem uma carga enorme de literatura e textos enquanto os homens escolhem disciplinas que usam mais o raciocínio e não são obrigados à leituras intermináveis.



Gostei muito de tê-la conhecido, e espero que possamos nos encontrar nos eventos culturais espalhados por esse pobre e rico país.

Como tinha dito o público continua fraco e infelizmente tem gerado medo e apreensão nos expositores que gastaram muito com a compra de espaço e contratação de pessoal para o trabalho na feira, e hoje tivemos uma reunião com a organizadora para cobrar uma atitude quanto à baixa visitação e uma das idéias foi de abaixar o preço do estacionamento, para facilitar o acesso das pessoas aos estandes.

É esperar para ver se teremos resultados satisfatórios.

Texto e Fotos: Marcello Lopes

P.S: Esse livro do Henrique me fez lembrar da minha querida irmã que me mostrou de forma indireta a poesia de Renato Russo, ela é fã dele !!!! Sister, aguarde nosso encontro, terei um exemplar novinho desse pra você.

P.S²: Transpiro cultura nesses dias, escrevo quase que diariamente e durmo cada vez menos e anseio ouvir todas as palestras e debates, mas me falta tempo !

3 comentários:

Paula disse...

Olá,
O agBook, da AlphaGraphics, publica livros sob demanda de forma fácil e totalmente gratuita. Para publicar, basta acessar www.agbook.com.br e efetuar seu cadastro.
O principal objetivo do agbook é apoiar novos escritores brasileiros e ainda oferecer todas as técnicas para que o autor não somente publique o seu livro como também o promova de maneira eficiente.
Coloco meus contatos à disposição para qualquer dúvida pbaiadori@alphagraphics.com.br
Abraços.

Paula disse...

YES MDF!!!!
Traga logo, traga logo!!!
Kisses!

Filipe disse...

Inveja de você (daquelas boas), meu velho!

Abraço!