sexta-feira, 16 de abril de 2010

Inferno


Tenho lido muito sobre a França e sua influência no mundo das artes (Literatura e Pintura, principalmente) e estou lendo além do Querido John, do Os Mensageiros de André Luiz, o livro Inferno da editora 34.

Segundo os críticos o autor, August Strindberg ajudou na renovação do teatro no século 20 com suas obras.

O livro é em forma de diário onde o autor viaja entre Paris e Suécia e filosofa sobre os tormentos da alma humana, leio não tanto pela narrativa sufocante e lamentosa do autor, mas pelas descrições de locais como Montparnasse, o Jardim de Luxemburgo e o Quartier Latin na Paris do século 20.

Leitura densa e pra poucos.

Marcello Lopes

4 comentários:

Larissa, Lara, Lalá, .... disse...

Fale sobre Querido John, eu li a sinopse do filme e gostei ... e o livro?

Marcello disse...

Oi Larissa,

Vou escrever sobre o livro em breve... aguarde

Zélia Guardiano disse...

Maravilha o seu espaço, Marcello!
Parabéns!
Estarei sempre por aqui...
Um abraço

Kézia Lôbo disse...

ADoro esse tipo de literatura, super cult!!!