domingo, 7 de março de 2010

Literatura Inglesa - III


William Butler Yeats é um dos meus poetas preferidos, primeiro porque ele é um dos poetas que seguiu seu caminho contra a realidade, usava a poesia para entrar em contato com um mundo mais puro e belo.

Segundo por ser um poeta irlandês, Yeats buscou na mitologia celta um mundo de cenários e personagens para seus poemas como no Crepúsculo Celta, sua obra ajudou a consolidar o renascimento literário irlandês.

Seu trabalho é muitas vezes comparado aos pintores pré-rafaelitas voltados exclusivamente para a experiência onírica, sua maior influência foi Shelley.

Atuou muito escrevendo peças drámaticas de teatro a favor do nacionalismo irlandês, travando conhecimento com diversos novos escritores irlandeses, e principalmente com Dougls Hyde, primeiro presidente irlandês, poeta e acadêmico brilhante.

Yeats era muito interessado em misticismo e pelo espiritualismo, criando uma ordem secreta chamada Ordem Hermética do Amanhecer Dourado, influenciado também pelo hinduísmo, traduziu Os dez principais Upanishads.

Em 1913, Yeats conheceu o poeta Ezra Pound que tinha viajado até Londres, em parte com a intenção de conhecer Yeats, que considerava "o único poeta merecedor de um estudo sério".

A partir dessa altura até 1916, os dois passaram os invernos numa casa de campo na Floresta de Ashdown, com Pound a exercer as funções de secretário de Yeats. Pound tinha preparado um publicação de versos de Yeats na revista Poetry, com as suas próprias alterações não autorizadas, refletindo a aversão de Pound pela prosa vitoriana.

No campo da política, Yeats foi nomeado para o Senado em 1922 onde, entre outras coisas, presidiu o comitê encarregado de selecionar os desenhos para a primeira moeda da Irlanda Livre.

Teve um papel de destaque no debate em relação à legislação anti-divórcio, em 1925, da qual era opositor.Saiu do Senado em 1928 devido a problemas de saúde.

Yeats é considerado um dos poetas chave na língua inglesa do século XX.

Texto: Marcello Lopes

POLÍTICA - (Politics)

Como posso eu, com essa moça ali,
fixar a atenção


Na política russa,
Romana, ou de Madrid?


No entanto, há nesta reunião
um homem competente e viajado,
que sabe do que fala.


E temos um político conosco
que já muito tem lido e meditado
pode bem ser que eles se enganem pouco
no que afirmam da guerra e suas ameaças.


Mas ai! se eu voltasse a ser novo
E a tivesse nos braços!
 
Poema : Yeats

Nenhum comentário: