sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Uma blogueira lutando contra a ditadura



A rádio CBN entrevistou nesta quinta-feira a ativista cubana Yoani Sánchez, que publica, quando pode, notas em seu blog sobre como é a vida em Cuba – e o “Generación Y” ganhou extraordinária repercussão mundial. As declarações são chocantes, ainda que saibamos há muito tempo como são as coisas na ilha de Fidel.

Entre outras coisas, ela diz que a “abertura” promovida por Raúl Castro é uma fantasia, e há diversas limitações à liberdade de expressão e a outros direitos em Cuba.

A internet se tornou arma para furar esse cerco: “Os cubanos estão usando a internet para projetar sua voz para fora de Cuba.

Não é que o governo cubano tenha se tornado mais tolerante. Os cidadãos cubanos é que ficaram mais atrevidos”. Yoani relatou ainda o drama da limitação ao direito de ir e vir – ela quer vir ao Brasil para o lançamento de seu livro "De Cuba, com Carinho", pela editora Contexto, mas não foi autorizada pelo governo cubano. “Não podemos sair do país.

Os cidadãos cubanos são como criancinhas, que precisam da autorização do papai para sair de casa. A internet permite que a opinião pública internacional nos conheça e nos proteja.”

Diante de tudo isso, é lícito perguntar como o governo brasileiro pode falar em respeito à democracia ao mesmo tempo em que apóia regimes tão evidentemente antidemocráticos como o de Cuba.

O sr.Lula apóia os irmãos Castro por pura jogada de marketing, ele diz que é de esquerda, mas sabemos que Lula gosta é de aparecer, e fica uma pergunta martelando :

- Já que o povo cubano não está contente porque não arma uma revolução para depor outro ex-revolucionário ????

Lembrando apenas que nosso país é uma falsa democracia, porque somos obrigados à votar, alistamento obrigatório militar, entre outras coisas. . ..

Marcello Lopes

http://www.desdecuba.com/generaciony

Nenhum comentário: