quarta-feira, 24 de junho de 2009

Ismail Kadaré vence Príncipe de Astúrias de Literatura

O albanês Ismail Kadaré, 73, um dos escritores europeus de maior destaque no século 20, venceu nesta quarta-feira (24) o Prêmio Príncipe de Astúrias de Literatura 2009, divulgado na cidade espanhola de Oviedo, pela "beleza e pelo compromisso" de sua criação literária.

Concorriam com Kadaré na fase final do prêmio o holandês Cees Nooteboom, o italiano Antonio Tabucchi, o britânico Ian McEwan e o tcheco Milan Kundera.

O júri destacou que o autor albanês "narra com linguagem cotidiana, mas repleta de lirismo, a tragédia de sua terra, campo de contínuas batalhas".

"É um prêmio de grande valor, que alegraria qualquer escritor que o recebesse", declarou Kadaré por telefone a partir de sua casa em Tirana.

"Dedico o prêmio à literatura e língua albanesas, desconhecidas no mundo", acrescentou o autor.

Kadaré escreveu "Abril Despedaçado", que serviu de inspiração para o filme de mesmo nome dirigido pelo diretor Walter Salles em 2001 e estrelado pelo ator Rodrigo Santoro.

Na versão cinematográfica, a história se passa no Nordeste brasileiro.

Mais de 30 candidaturas procedentes de 25 países concorreram ao Prêmio Príncipe de Astúrias de Literatura 2009. No ano passado, a vencedora foi a canadense Margaret Atwood.

Autores como Mario Vargas Llosa, Günter Grass, Doris Lessing, Susan Sontag e Amós Oz já foram agraciados com a premiação, que concede 50 mil euros e uma estatueta desenhada pelo artista espanhol Joan Miró ao vencedor.

Os nomes dos ganhadores de seis Prêmios Príncipe de Astúrias 2009 já foram anunciados.

Os prêmios serão entregues no final de outubro pelo príncipe Felipe de Borbón, herdeiro da coroa espanhola, em uma cerimônia em Oviedo.

Nenhum comentário: