quinta-feira, 16 de abril de 2009

Brad Mehldau



Ontem estava baixando alguns cd´s no E-mule ( Há anos que eu não compro cd´s) e me deparei com alguns álbuns do Brad Mehldau.
Para quem não conhece ainda esse pianista de jazz que começou a tocar aos 6 e estudou piano e composição na famosa Berklee College of Music e na New School for Jazz & Contemporary Music, saiba que ele tem uma forte formação erudita ( visto no álbum Love Sublime com composições no estilo de Schumann e Schubert), além de uma versatilidade incrível que o levou a ser convidado enquanto estudava na New School for Social Research, pelo baterista Jimmy Cobb para integrar sua banda.
Mehldau tocou por dois anos com Joshua Redman, e depois com Charlie Haden, Lee Konitz, e gravou com Wayne Shorter, John Scofield e Charles Lloyd, antes de formar seu próprio trio em 1995.
Mas voltando aos álbuns, são eles Metheny-Mehldau um cd fantástico com o duo guitarra-piano, com composições próprias de Mehldau e Metheny.
Nas 10 faixas existe espaço para os dois músicos exercitarem bastante seus improvisos, destaque para as faixas Summer Day e Make Peace.
Na faixa Ring of Life a participação especial dos componentes do trio de Mehldau dando um clima mais jazzístico ao álbum.
E o outro já comentado por mim é o Love Sublime, que ao meu ver reúne as coisas que eu mais adoro na vida, música e literatura, nesse álbum Brad escolheu sete poemas de O Livro das Horas do poeta Rainer Maria Rilke e com eles compôs um ciclo á maneira das antigas lieders - as chamadas canções cultas que tiveram seu auge no século 19 com Schumann e Schubert.
Nessa tarefa se juntou a cantora lírica René Fleming que apresentou ao pianista o livro de poemas de Louise Bogan chamado The Blue Estuaries, de onde ele retirou mais três poemas para musicar.
Mehldau estudou os poemas, recitando-os em voz alta para aplicar na música os ritmos da fala natural.
O resultado é um álbum belíssimo com melodias sinuosas acompanhadas pelo timbre perfeito de René.
Abaixo deixo a discografia de Brad Mehldau para quem quiser procurar ouvir e se encantar com o talento desse pianista, que chegou a ser comparado com Bill Evans pela crítica especializada.
Discografia

- 1994 When I Fall in Love
- 1995 Introducing Brad Mehldau
- 1997 The Art of the Trio, Vol. 1
- 1998 The Art of the Trio, Vol. 2: Live at the Village Vanguard
- 1998 The Art of the Trio, Vol. 3:
- 1999 Elegiac Cycle
- 1999 The Art of the Trio, Vol. 4: Back at the Vanguard
- 2001 Art of the Trio, Vol. 5: Progression
- 2002 Largo
- 2004 Anything Goes
- 2004 Live in Tokyo
- 2005 Day Is Done
- 2005 Love Sublime
- 2006 House On Hill
- 2006 Metheny Mehldau
Texto: Marcello Lopes

Nenhum comentário: